fbpx

A verificação de riscos na construção civil é responsável por controlar os fatores que podem apresentar perigo durante a obra. Consiste na análise de uma série de cuidados que devem ser tomados, desde o projeto, para oferecer segurança aos trabalhadores. O gerenciamento dos riscos também visa oferecer uma edificação segura aos futuros moradores.

Verificação de riscos

A verificação dos riscos na construção civil é feita através da análise da observância das diretrizes relacionadas, como os requisitos da NBR 15575 – dispostos na parte 6 da norma. 

Inclusive, seguir as determinações da norma de desempenho 15575 é obrigatório na construção de edificações residenciais de até 5 pavimentos. Isso porque, desde 2013, suas disposições possuem força de lei. Ou seja, o não cumprimento de seus parâmetros implica em vultosas multas, pagamento de indenizações e demais penalidades judiciais.

A NBR 15575 garante a segurança e qualidade das unidades habitacionais, visando o bem estar, segurança e conforto do usuário. Além disso, serve para determinar as responsabilidades de arquitetos e incorporadoras, deixando bem destacado o papel de cada um. Garante, dessa forma, que a cobrança das consequências causadas por falhas sejam atribuídas a quem se deve.

A verificação de riscos é realizada por um auditor, que faz os testes para comprovar a aderência aos critérios fixados pelas normas e legislação vigente. No processo de execução do projeto, a verificação é realizada por meio dos ensaios detalhados na NBR 15575.

Responsabilidades do arquiteto 

A segurança dos trabalhadores durante a obra é de responsabilidade do Ministério do Trabalho. Porém, algumas atitudes que garantem a segurança aos trabalhadores da edificação são atribuídas aos arquitetos da obra.

A seguir, vamos tratar especificamente das responsabilidades do arquiteto em relação ao gerenciamento de riscos na construção.

Segundo a NBR 15575, existem alguns tópicos que envolvem a segurança na operação das edificações que competem aos arquitetos. Entre eles:

Platibandas

Os sistemas ou platibandas previstos para sustentar andaimes suspensos ou balancins leves devem suportar a ação dos esforços. Tanto no topo como ao longo de qualquer trecho, pela força F (do cabo), associados ao braço de alavanca e distância entre pontos de apoio.  

No que se refere às platibandas, é de responsabilidade do arquiteto indicar no projeto as ancoragens onde for necessário.

Segurança do trabalho em sistemas de coberturas inclinadas

O arquiteto deve prever, para sistemas de cobertura inclinados com declividade >30%, dispositivos de segurança suportadas pela estrutura principal.

Cabe ao profissional, ainda, especificar dispositivos de fixação que suportem tração por meio de força horizontal ≥ 3 kN, aplicada a posição mais desfavorável.

O projeto também precisa estabelecer:

  • O uso de dispositivos ancorados na estrutura principal. Este cuidado visa possibilitar o engate de cordas, cintos de segurança e demais EPIs para declividades superiores à 30%.
  • Os meios de acesso para realização da manutenção.

Possibilidade de caminhamento sobre o sistema de cobertura

O arquiteto é encarregado de prever, para telhados e lajes de cobertura, condições que propiciem o caminhamento dos trabalhadores, seja para fins de operação de montagens, manutenção ou instalação. A carga vertical concentrada que deve ser suportada é de ≥ 1,2 kN nas posições indicadas em projeto. Isto sem apresentar ruptura, deslizamentos ou demais falhas. Também deve estar de acordo com o que foi detalhado no manual do proprietário.

É encargo do arquiteto orientar que a execução é liberada somente depois de obtidos os resultados de ensaio de montagem experimental. Ensaio este que deve ser realizado de acordo com o Anexo G da NBR 15575.

Segurança nas edificações

É fundamental que seu projeto esteja alinhado aos requisitos para passar sem problemas pela verificação de riscos. Para tanto, você pode precisar de uma ajuda especializada para atender a todas as diretrizes envolvidas neste âmbito. A UGreen oferece toda a orientação e consultoria para adequar o projeto às disposições necessárias.

agosto 12, 2019
© 2018 UGREEN