A NBR 15575 traz normas de isolamento acústico para edificações, buscando promover maior comodidade nas construções residenciais. Extremamente importante, tanto para os consumidores como para as construtoras, esta norma é uma forma de oferecer mais qualidade aos empreendimentos.

NBR 15575: garantindo o conforto acústico

Com a evolução dos centros urbanos, é natural que haja o aumento do barulho. Porém, conviver com ruídos constantes pode ser extremamente estressante e ainda comprometer o descanso que nos é devido. Geralmente, buscamos o sossego e tranquilidade em nossos lares, mas nem sempre as residências conseguem garantir o conforto acústico. Para auxiliar neste sentido, a NBR 15575 estabelece algumas normas para assegurar o isolamento acústico nas edificações.

Para os moradores, além de ser desconfortável ouvir todos os barulhos externos, pode ser extremamente constrangedor que os sons de sua rotina cheguem aos ouvidos dos vizinhos. Saber que atividades simples como caminhar, deslocar móveis ou derrubar objetos atrapalham o descanso de outros moradores é muito desagradável. Conforme o desconforto aumenta, a tendência é que os residentes busquem formas de descobrir a fonte do problema. E agora, com a regularização da NBR 15575, os moradores podem solicitar uma avaliação do desempenho acústico de suas residências. Caso prove-se que os parâmetros mínimos não foram atendidos neste sentido, os moradores podem exigir reparações ou mesmo pesadas indenizações.

Podemos dizer, então, que respeitar a NBR 15575 é uma forma de economizar em futuros reparos. Também é uma forma de evitar a aplicação de sanções judiciais.

Determinações da norma de isolamento acústico

Segundo a norma de isolamento acústico, as edificações devem dispor de recursos em sua estrutura que abafem os ruídos externos. Esta proteção acústica deve ser observada de acordo com medidas pré-determinadas. Neste sentido, para que uma edificação esteja em conformidade com a NBR 15575 , deve:

  • Atender aos critérios de vedação de coberturas (relativas às partes 4 e 5 do desempenho acústico)
  • Oferecer isolamento das vedações externas
  • Apresentar isolamento entre os ambientes
  • Observar os limites de ruídos de impactos.

Portanto, a norma de isolamento acústico exige que as construções residenciais protejam os moradores de ruídos terrestres e aéreos. Bem como os resguardem dos barulhos provenientes das áreas comuns privativas.

Exigências específicas da norma de isolamento acústico

Os parâmetros da norma são extremamente detalhistas, estabelecendo os níveis de ruídos específicos para a finalidade de cada ambiente. Com isso, assegura a privacidade e a saúde dos moradores.

Confira algumas das exigências da nova norma de isolamento acústico:

  • Tempo de reverberação adequado, no caso de ecos
  • Equilíbrio na distribuição de energia sonora nas faixas de frequências, como curvas NC
  • Proibição de sons tonais audíveis, como roncos, assobios e zumbidos
  • Bloqueio de variações bruscas de nível perceptíveis ao longo do tempo. Como por exemplo, passagens de motos, sons de elevadores e de aviões
  • Uniformidade na distribuição de som ao longo do espaço.

Adequação à norma de isolamento acústico

Para garantir a adequação das edificações à norma de isolamento acústico, é fundamental conhecer profundamente os critérios nela exigidos. Afinal, deste modo, é mais fácil escolher as tecnologias que serão empregadas para atender aos desempenhos almejados. Sob este prisma, contar com um apoio especializado pode ser determinante. A UGreen oferece toda a consultoria e suporte necessários para a adequação das edificações à nova norma de isolamento acústico.

© 2018 UGREEN
Pular para a barra de ferramentas