fbpx

Esta é a quarta e última parte da nossa “trilogia” sobre iluminação natural na arquitetura. Você viu no post passado como simular seu edifício pelo pela Autonomia Espacial da Luz do Dia e a Exposição Anual da Luz do Sol. Agora vamos ver algumas estratégias que ajudam bastante bem nesse quesito, tanto para proteger como para também distribuir a iluminação natural.

QUAIS ESTRATÉGIAS POSSUÍMOS?

A primeira estratégia logicamente vai ser a orientação: ela gera um impacto muito grande não só na iluminação, mas também na eficiência energética do seu edifício. Precisamos entender a posição do seu edifício em relação ao norte relacionando a zona bioclimática, o entorno, e a posição dessas aberturas e dispositivos de sombreamento. A segunda questão que é bem importante para a iluminação natural na arquitetura é pensar na profundidade dos seus ambientes: quanto mais profundo, menor vai ser a possibilidade da iluminação natural penetrar nesses espaços.

DISPOSITIVOS

Entre os dispositivos de projeto interessantes existem os light shelves, que são prateleiras apoiadas nas janelas e que possuem uma profundidade tanto interna quanto externa, refletindo a iluminação para o lado interno ao mesmo tempo que a obstrui. 

Nós possuímos também a luz zenital, que é sempre muito eficiente para a iluminação natural na arquitetura. O ponto fraco é o ofuscamento, então deve-se utilizar com um certo cuidado. Um grande exemplo da iluminação natural estilo Shed são algumas obras do João Filgueiras Lima, o Lelé. Ele não só contribuiu só com obras bem marcantes nesse sentido da iluminação como pensava também na ventilação, no controle de temperatura e também no rigor estético, tudo de uma forma passiva.

iluminação natural na arquitetura
Iluminação Natural estilo Shed, por João Filgueiras Lima, o Lelé.

 

Existem ainda outros tipos de iluminação zenital: os lanternins, as clarabóias, os tubos solares e os átrios, além de proteções como os beiras e os brises. 

OUTROS VÍDEOS DA SÉRIE:

Vídeo 1- Quais Os Benefícios da Iluminação Natural na Arquitetura?

Vídeo 2- luminação Natural = Vender, vender e vender

Vídeo 3- Iluminação Natural – Como Aplicar com Consistência em Projeto?

LEITURA COMPLEMENTAR

Regulamento Técnico da Qualidade do Nível de Eficiência Energética de Edifícios Residenciais do PBE Edifica

janeiro 24, 2018
© 2018 UGREEN