• LOGIN
  • Nenhum produto no carrinho.

ACESSO A BIBLIOTECA DE CONSTRUÇÕES SUSTENTÁVEIS

Inscreva-se e receba nossos ebooks e conteúdos periódicos

Se você trabalha com design de interiores, deve ter a consciência de que cada decisão sua sobre um projeto é responsável por grandes impactos na vida das pessoas.

Considerando que vivemos 90% de nossas vidas dentro de espaços internos, essas decisões tornam-se tão importantes para a saúde quanto a de um médico.

No entanto, muitos desconhecem os fatores que tornam nossos espaços internos mais saudáveis.

Este desconhecimento leva ao erro, mas acima disso, a projetos que poderiam fornecer muito mais benefícios aos nossos clientes – e consequentemente mais lucro para nossos escritórios.

Por isso, iremos disponibilizar nas próximas semanas uma série de artigos com o foco no Design de Interiores Sustentável.

Este é o primeiro artigo em que tratamos sobre um tema extremamente importante: os benefícios do uso da Biofilia em nossos projetos.

Boa leitura!

O que é o Design Biofílico?

O conceito do design biofílico vem da ideia de que 99% do nosso desenvolvimento biológico é uma resposta direta das forças da natureza – gravidade, luz, ar, plantas, animais – e muito pouco de fontes artificiais como construções ou a tecnologia.

Afinal, o que conhecemos como construções são elementos muito recentes quando observamos nossa evolução de uma forma mais ampla.

Isso fica bem claro quando avaliamos a nossa cronologia evolutiva:

Se toda nossa evolução humana representasse 24 horas, poderíamos dizer que:

  • Nossa biologia conviveu com cidades por apenas 43 minutos.
  • Nossa biologia se beneficiou da fartura de alimentos por apenas 3 minutos.
  • Nossa biologia conviveu com a eletricidade por apenas 1 minuto e meio.
  • Descobrimos as horas por meio de um relógio de pulso (e não pela luz do sol) por apenas 40 segundos.

 

Percebe que todo o restante da nossa evolução aconteceu antes das nossas primeiras invenções humanas? Nossa capacidade de respirar, enxergar, perceber o espaço, o desenvolvimento das nossas funções corporais, todas surgiram do contato direto com a natureza.

É por este motivo que se torna tão importante não ignorar a natureza, buscando espaços que busquem mais sinergia com este bem que convivemos e evoluímos em conjunto por tanto tempo.

Compreendendo estes benefícios de uma forma científica é que surgiu o conceito do design biofilico.

Os principais aspectos do design de interiores que utiliza a biofilia são:

  1. A busca por um envolvimento repetido e contínuo com a natureza.
  2. A concentração nas adaptações humanas ao mundo natural que, ao longo do tempo evolucionário, melhoraram sua a saúde e bem-estar.
  3. O estímulo de ligações emocionais com configurações e lugares específicos.
  4. Maiores interações positivas entre as pessoas e a natureza, estimulam um sentido de relacionamento e responsabilidade para as comunidades humanas e naturais.
  5. O estímulo de soluções arquitetônicas de reforço mútuo, interconectadas e integradas.

RESERVE SUA VAGA EM NOSSA AULA GRATUITA

Fachadas Sustentáveis

Os 7 Passos para Realizar Fachadas Sustentáveis Em Poucas Horas, Obtendo Conforto, Eficiência Energética...

...Atingindo a Inovação e o Impacto Que Você Procura Em Sua Arquitetura

Por que Promover Biofilia em nossos Projetos?

O projeto que contempla a biofilia não promove só uma melhoria do meio ambiente onde este está inserido. Promove também mais produtividade e um amplo espectro de benefícios físicos, mentais e comportamentais.

Os resultados físicos incluem melhor condicionamento físico, menor pressão arterial, maior conforto e satisfação, menos sintomas de doenças e melhor saúde. Os benefícios mentais variam de maior satisfação e motivação, menos estresse e ansiedade, maior facilidade para resolução de problemas e mais criatividade.

No campo das mudanças comportamentais, a biofilia promove melhores habilidades de enfrentamento e domínio, maior atenção e concentração, melhor interação social e menos hostilidade e agressividade.

Resumindo, ganhamos tanto fisicamente, quanto psicologicamente e – por que não – mais dinheiro para nós e nosso cliente utilizando estas estratégias.

Quais são os aspectos de um design de Interiores que Promove a Biofilia?

São diversos os aspectos, mas, como dito por Stephen R. Kellert, podemos enumerá-los como:

1. Experiências Diretas de Natureza

Aqui estamos falando sobre os elementos primários como luz, ar, água, plantas, animais, clima, paisagens naturais e fogo.

Saber onde o sol está reforça nossos ritmos biológicos, que foram construídos sabendo disso por muito tempo – bem antes de você tirar o celular do bolso a cada 10 minutos para ver a hora.

A ventilação natural é muito importante para o conforto humano e a produtividade. A experiência da ventilação natural em um ambiente pode ser aprimorada por variações no fluxo de ar, temperatura, umidade e pressão barométrica.

O fluxo da água acalma nossos sentidos, melhorando nossa sensação de bem-estar e por consequência nossa produtividade.

Entre diversos outros benefícios…

Exemplo de experiências diretas com a natureza. Cortesia da International Living Future Institute

 

2. Experiências Indiretas de Natureza

Aqui é sobre imagens da natureza, a utilização de materiais naturais, cores naturais, a simulação de luz natural, o contato com formas naturais, elementos que evoquem a natureza ou que denotem a passagem do tempo.

Imagens de natureza são ótimas tanto para nossos sentidos intelectuais quanto emocionais.

Materiais naturais podem ser especialmente estimulantes, refletindo as propriedades dinâmicas da matéria orgânica na resposta adaptativa às tensões e desafios da sobrevivência ao longo do tempo.

A transformação de materiais da natureza freqüentemente provoca respostas visuais e táteis positivas, que poucos materiais artificiais podem duplicar.

Formas que evocam a natureza provocam a nossa imaginação e estimulam a criatividade. Eles não precisam ser excessivamente complexos. Formas simples já proporcionam um ótimo resultado.

Parede verde adjacente ao muro de alvenaria, Paris – Essas fachadas contrastantes empregam estratégias diretas (plantas) e indiretas (trabalho de alvenaria e grade que simulam formas orgânicas) para obter efeitos biofílicos bem-sucedidos.

 

3. Experiências de Espaço e Lugar

Aqui precisamos tratar o design de interiores procurando refúgio, a complexidade organizada, a integração de pessoas e sentimento de lugar, a utilização de espaços de transição, a mobilidade e orientação.

Fornecer vistas amplas, tanto para dentro quanto para fora, nos dá uma noção mais ampla das “oportunidades e perigos” do espaço e uma maior sensação de refúgio e segurança.

Pessoas que desfrutam de espaços que possuam uma sequência definida, assim como pontos de encontro, obtém um maior sentimento de lugar e integração com as pessoas.

A promoção da mobilidade, com caminhos diversos e a promoção do caminhar livre promove mais sentimento de segurança, enquanto a sua ausência promove a confusão e a ansiedade.

Atrium Central, Genzyme Building, Cambridge, MA – A interação da iluminação natural, plantas e água em um átrio central pode simular as qualidades de um ambiente externo em um espaço interno.

Como Implantar um Projeto Biofílico?

É necessário o trabalho em conjunto com o cliente e todos os envolvidos no processo de decisão de um projeto – incluindo gerência, finanças, recursos humanos ou outros, caso estejam inclusos no processo decisório – além dos usuários dos espaços, para que possamos construir um quadro completo de necessidades e possibilidades arquitetônicas.

Toda esta análise levará ao arquiteto a uma melhor compreensão das oportunidades espaciais e humanas que existem e obter resultados próximos ao tripé da sustentabilidade: pessoas, do planeta e do lucro.

É importantíssimo para quem procura realizar um design de interiores saudável e sustentável promover uma integração com a arquitetura e até mesmo o urbanismo de nossas cidades. É preciso tirar partido do que nossas cidades fornecem – ou não fornecem – para estabelecermos espaços altamente saudáveis e produtivos.

Este é apenas um dos pilares essenciais para projetos de interiores sustentáveis. Saiba mais sobre o tema assistindo nosso webinário abaixo:

RESERVE SUA VAGA EM NOSSA AULA GRATUITA

Fachadas Sustentáveis

Os 7 Passos para Realizar Fachadas Sustentáveis Em Poucas Horas, Obtendo Conforto, Eficiência Energética...

...Atingindo a Inovação e o Impacto Que Você Procura Em Sua Arquitetura

maio 30, 2018

8 responses on "Estratégias Para um Design de Interiores Sustentável - Parte 1 : Biofilia"

  1. Gosto muito de prédios e casas auto sustentaveis, alguns prédios aqui em Torres já estão começando a adotar.

  2. Karine Trindade Araújomaio 15, 2018 at 7:51 amResponder

    É fundamental o contato com o verde, um projeto mais orgânico torna mais prazeroso o ambiente, já estamos notando que as pessoas estão preferindo este tipo de projeto.

  3. Muito interessante!! Sempre busquei isso nos meus projetos…agora vejo a total importância desse processo !!

  4. Nossa que maravilha de matéria. Fique feliz em obter essas informações preciosas. Vou me inscrever nesse site e aguardar cada postagem com ansiedade. Grata!

Deixe sua mensagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

© 2018 UGREEN

Green Friday: Cursos com 30-85% de Desconto. Utilize o Cupom GREENFRIDAY

x