ACESSO A BIBLIOTECA DE CONSTRUÇÕES SUSTENTÁVEIS

Inscreva-se e receba nossos ebooks e conteúdos periódicos

Como economizar água?

Muitos profissionais vêm fazendo essa pergunta. O assunto não é importante apenas para os profissionais da área, mas para a população em geral. Afinal, a água é um recurso precioso e que pode se esgotar. Um dos elementos mais comuns são as Cisternas.

A crise hídrica serviu de fator motivacional para que os profissionais da área buscassem outras formas de captação de água. O mercado despertou para esse problema e hoje temos várias formas de captação. Um exemplo, talvez o mais usado, é a captação da água das chuvas.

A água das chuvas pode ser captada, tratada e armazenada em cisternas para uso. Seu uso pode ir desde a irrigação de plantas até o uso em descargas.

Quero fazer uso de Cisternas, como começar?

Primeiramente, o arquiteto precisará ter em mente o espaço disponível para a alocação dessa cisterna. Hoje, no mercado existem cisternas de vários tipos e tamanhos, variando de acordo com a necessidade do cliente.

Alguns clientes, podem optar por ter uma economia menor e usar a água apenas para irrigação, por exemplo.

Se esse for o caso, pode-se fazer uso das cisternas verticais. Esse tipo ocupa menos espaço e até possui uma aparência mais bonita.

Cisternas

A Cisterna Vertical é fixada na parede da casa, diretamente em contato com a calha dos telhados. Ela pode ser encontrada em várias cores, e, pode ser fixada nos fundos da casa. Assim, não fica tão à mostra.

Em casas grandes ou fazendas, o uso da água pode ser maior, pois o proprietário pode querer economizar e usar essa água para outros fins, como na irrigação das plantações e na pecuária.

Por se ter um ambiente maior, o proprietário pode optar por uma cisterna maior, que acumulará mais água. Essa poderá ficar à mostra, se o cliente não se importar.

Cisternas

Esse tipo também pode ser colocado no fundo das casas. É um modelo mais rústico, não colorido. Sendo assim, o proprietário que escolhe esse tipo de cisterna, geralmente não se importa com a aparência dela, devido ao fato de serem propriedades grandes, onde elas podem ficar não tão à mostra.

Quero uma cisterna para armazenar uma maior quantidade de água, mas não quero que ela fique à mostra

Nesses casos, pode ser feito o uso da cisterna no subsolo. O trabalho de implantação será um pouco maior, mas elas ficarão escondidas e farão o mesmo trabalho que as outras.

Cisternas

Esse tipo, talvez, seja o mais comum. A água da chuva escoa pelas calhas, passa por um filtro, assim como as outras formas acima, mas é armazenada no subsolo. Essa água, que não é potável,  é então direcionada para uma caixa separada e usada para irrigação, torneiras de pias e descargas, lavagem de pavimentos externos e até carros.

Os telhados verdes feitos em casas ou prédios, também ajudam nessa forma de captação da água que é redirecionada para as cisternas que, geralmente, ficam no subsolo.

O reaproveitamento de água é uma questão que deve ser debatida, tando o reaproveitamento externo, quanto o interno. Lembre-se: a água um dia pode acabar!

QUER SABER MAIS? ASSISTA NOSSO NOVO WEBINÁRIO

Otimizando seu Projeto: 

Novas Estratégias que geram valor para o cliente, para sua carreira e para o planeta

Janeiro 24, 2018

0 responses on "Cisternas: Um resumo"

Deixe sua mensagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

© 2016 UGREEN

Replay gratuito por tempo limitado: Treinamento sobre Otimização de Projetos

x