O que é a Certificação LEED? Um guia para profissionais de construção

Certificação LEED

O ÚNICO ECOSSISTEMA QUE DESENVOLVE LÍDERES DE SUSTENTABILIDADE COM COMUNIDADE, EDUCAÇÃO E FERRAMENTAS

A certificação LEED é um sistema de classificação que mede a sustentabilidade de edifícios e estruturas. O sistema de classificação leva em consideração o impacto ambiental do edifício durante todo o seu ciclo de vida, desde o projeto e construção até a operação e manutenção.

O USGBC desenvolveu o programa LEED para encorajar e promover práticas sustentáveis ​​de construção. O programa tornou-se amplamente reconhecido como um padrão para construção sustentável e agora é usado em todo o mundo.

A Certificação LEED avalia edifícios em uma variedade de fatores de sustentabilidade, incluindo eficiência energética, eficiência hídrica, qualidade do ar interno e uso de materiais sustentáveis. Os edifícios recebem pontos com base em suas características de sustentabilidade, e o número de pontos determina o nível de certificação alcançado.

Existem quatro níveis de LEED: Certified, Silver, Gold e Platinum. O processo de certificação é rigoroso e requer documentação cuidadosa e verificação de práticas de construção sustentáveis.

A Certificação LEED não é apenas para novos edifícios; edifícios existentes também podem obter a certificação através do programa LEED for Existing Buildings. O programa é projetado para ajudar os proprietários e gerentes de edifícios a melhorar a sustentabilidade de seus edifícios por meio de operações sustentáveis ​​e práticas de manutenção.

No geral, a Certificação LEED é um padrão importante para práticas de construção sustentável. Ela promove práticas ambientalmente sustentáveis, reduz o impacto ambiental da indústria da construção e oferece uma vantagem competitiva no mercado atual.

A História da Certificação LEED

O USGBC lançou o programa LEED em 1998 como uma resposta à crescente preocupação com o impacto ambiental da indústria da construção. O programa foi criado para promover práticas de construção sustentável e incentivar a construção de edifícios ambientalmente responsáveis.

Inicialmente, o programa de certificação LEED estava focado principalmente na eficiência energética e na redução do impacto ambiental dos edifícios. Com o tempo, o programa evoluiu para incluir uma gama mais ampla de fatores de sustentabilidade, como eficiência hídrica, qualidade do ar interno e uso de materiais sustentáveis.

Desde a sua criação, o programa LEED tornou-se amplamente reconhecido como um padrão para práticas de construção sustentável. Foi adotado por países ao redor do mundo e usado para certificar uma ampla gama de edifícios, desde escolas e hospitais até edifícios comerciais e residenciais.

A popularidade do LEED levou a uma mudança significativa na indústria da construção em direção a práticas mais sustentáveis. Construtores e projetistas estão cada vez mais focados na sustentabilidade e incorporando recursos sustentáveis ​​em seus projetos.

No geral, a história da certificação LEED demonstra a importância da sustentabilidade na indústria da construção e a necessidade de uma abordagem padronizada para medir e promover práticas sustentáveis ​​de construção.

Por que a certificação LEED é importante

O LEED é importante por vários motivos. Em primeiro lugar, promove práticas de construção sustentável que são críticas para reduzir o impacto ambiental da indústria da construção. A indústria da construção é responsável por uma parcela significativa das emissões globais de carbono, e as práticas de construção sustentável podem ajudar a reduzir essas emissões e combater as mudanças climáticas.

A certificação LEED também oferece uma vantagem competitiva no mercado atual. À medida que mais empresas e organizações priorizam a sustentabilidade, ter um edifício com certificação LEED pode demonstrar um compromisso com a sustentabilidade e atrair clientes e inquilinos ambientalmente conscientes. A certificação LEED também pode levar a valores de propriedade e taxas de aluguel mais altos devido ao valor percebido da sustentabilidade.

Além disso, o LEED pode resultar em custos operacionais mais baixos para proprietários e gerentes de edifícios. Edifícios LEED são tipicamente mais eficientes em termos energéticos e usam menos água do que edifícios não certificados, o que pode resultar em menores custos de energia e água.

A certificação LEED também promove ambientes internos mais saudáveis ​​para os ocupantes do edifício. Edifícios certificados LEED são obrigados a atender a certos padrões de qualidade do ar interno, o que pode melhorar a saúde e o bem-estar dos ocupantes.

No geral, o LEED é importante porque promove práticas de construção sustentáveis, oferece uma vantagem competitiva no mercado e pode resultar em custos operacionais mais baixos e ambientes internos mais saudáveis ​​para os ocupantes do edifício.

Os Benefícios da Certificação LEED

A certificação LEED oferece inúmeros benefícios para proprietários de edifícios, ocupantes e meio ambiente. Um dos principais benefícios da certificação LEED é que ela promove práticas de construção sustentáveis ​​que podem reduzir significativamente o impacto ambiental de um edifício.

Os edifícios com certificação LEED são mais eficientes em termos energéticos, o que pode resultar em custos de energia mais baixos e emissões de gases de efeito estufa reduzidas. Eles também usam menos água do que edifícios não certificados, o que pode ajudar a conservar os recursos hídricos.

O LEED também promove o uso de materiais sustentáveis, que podem reduzir o impacto ambiental da indústria da construção. Os materiais sustentáveis ​​são normalmente produzidos usando menos recursos e têm uma pegada ambiental menor do que os materiais tradicionais.

Além disso, edifícios com certificação LEED demonstraram ter valores de propriedade e taxas de aluguel mais altos do que edifícios não certificados. Eles são vistos como desejáveis ​​por clientes e inquilinos ambientalmente conscientes que estão dispostos a pagar um prêmio pela sustentabilidade.

Os edifícios com certificação LEED também têm custos operacionais mais baixos devido à sua eficiência energética e outras características sustentáveis. Essas economias de custos podem resultar em benefícios financeiros significativos para proprietários e gerentes de edifícios.

Finalmente, a certificação LEED promove ambientes internos mais saudáveis ​​para os ocupantes do edifício. Edifícios LEED são obrigados a atender a certos padrões de qualidade do ar interno, o que pode melhorar a saúde e o bem-estar dos ocupantes.

No geral, os benefícios da certificação LEED são numerosos e significativos. Os edifícios com certificação LEED são mais eficientes em termos de energia, usam menos água, têm uma pegada ambiental menor, têm valores de propriedade e taxas de aluguel mais altos e promovem ambientes internos mais saudáveis ​​para os ocupantes.

Como obter a certificação LEED

Alcançar a certificação LEED envolve atender a certos requisitos e ganhar um certo número de pontos com base em características de construção sustentável. Os requisitos específicos e o sistema de pontos variam dependendo do tipo de edifício e do nível de certificação procurado.

O primeiro passo para obter a certificação LEED é registrar o projeto de construção no USGBC e pagar uma taxa de registro. Depois que o projeto é registrado, a equipe de construção pode começar a trabalhar para atender aos requisitos e ganhar pontos por recursos sustentáveis.

A certificação LEED é baseada em um sistema de pontos, com os edifícios ganhando pontos por características sustentáveis ​​em várias categorias, incluindo desenvolvimento sustentável do local, eficiência hídrica, energia e atmosfera, materiais e recursos e qualidade ambiental interna.

O número de pontos necessários para a certificação varia de acordo com o nível de certificação buscado. Para alcançar o LEED, um edifício deve obter um mínimo de 40 pontos em 110 possíveis. Os quatro níveis de certificação são Certified (40-49 pontos), Silver (50-59 pontos), Gold (60-79 pontos) e Platina (mais de 80 pontos).

Os requisitos para obter a certificação LEED incluem o cumprimento de certos pré-requisitos relacionados ao desenvolvimento sustentável do local, eficiência hídrica, energia e atmosfera, materiais e recursos e qualidade ambiental interna. Esses pré-requisitos são obrigatórios e devem ser atendidos para obter a certificação.

Além de atender aos pré-requisitos, os edifícios também devem ganhar pontos por recursos sustentáveis ​​em cada categoria. Os pontos podem ser ganhos por uma ampla gama de recursos, como uso de iluminação com eficiência energética, implementação de um sistema de reutilização de água, uso de materiais de baixa emissão e ventilação adequada.

Depois que um edifício atende aos requisitos e obtém os pontos necessários, ele pode solicitar a certificação LEED. O USGBC revisa a inscrição e verifica se o prédio atende aos requisitos de certificação. Se o edifício atender aos requisitos, ele receberá o LEED no nível apropriado.

No geral, alcançar a certificação LEED envolve atender a certos requisitos e ganhar um certo número de pontos com base em características de construção sustentável. É um processo rigoroso que requer documentação cuidadosa e verificação de práticas de construção sustentáveis.

O Processo de Certificação LEED

O processo de certificação LEED é um processo rigoroso e de várias etapas que envolve documentação, revisão e verificação cuidadosas pelo USGBC. O processo começa com o registro, durante o qual a equipe do projeto de construção registra o projeto no USGBC e paga uma taxa de registro.

Após o registro, a equipe de construção deve cumprir uma série de pré-requisitos relacionados ao desenvolvimento sustentável do local, eficiência hídrica, energia e atmosfera, materiais e recursos e qualidade ambiental interna. Esses pré-requisitos são obrigatórios e devem ser atendidos para obter a certificação.

Assim que os pré-requisitos forem atendidos, a equipe de construção pode começar a ganhar pontos por recursos sustentáveis ​​em cada categoria. Os pontos podem ser ganhos por uma ampla gama de recursos, como uso de iluminação com eficiência energética, implementação de um sistema de reutilização de água, uso de materiais de baixa emissão e ventilação adequada.

O número de pontos necessários para a certificação varia de acordo com o nível de certificação buscado. Para obter a certificação, um edifício deve obter um mínimo de 40 pontos em 110 possíveis. Os quatro níveis de certificação são Certified (40-49 pontos), Silver (50-59 pontos), Gold (60-79 pontos) e Platina (mais de 80 pontos).

Durante o processo de certificação, a equipe de construção deve documentar cuidadosamente todas as práticas e recursos de construção sustentável. A documentação é então enviada ao USGBC para revisão e verificação.

Depois que o USGBC revisa e verifica a documentação, ele concede a certificação no nível apropriado. A certificação é válida por um determinado período de tempo, geralmente cinco anos, após o qual o edifício deve ser recertificado para manter sua certificação.

No geral, o processo de certificação LEED envolve o preenchimento de pré-requisitos, obtenção de certos pontos para recursos sustentáveis, documentação de práticas de construção sustentável e envio de documentação para revisão e verificação pelo USGBC. É um processo rigoroso que requer planejamento e execução cuidadosos por parte da equipe de projeto da edificação.

Quer Ter Uma Construção Sustentável de Verdade?

Desenvolva um projeto e consultoria UGREEN e posicione-se rumo a um futuro sustentável.

Quer Aprender Construções Sustentáveis?

Obtenha acesso a +10 Cursos sobre Green Buildings e seja um protagonista do novo futuro.

Os diferentes tipos de certificação LEED

A certificação LEED está disponível para vários edifícios e projetos, cada um com requisitos e sistema de pontuação. Os tipos mais comuns de certificação LEED são LEED for Building Design and Construction (BD+C), LEED for Interior Design and Construction (ID+C) e LEED for Operations and Maintenance (O+M).

LEED BD+C é projetado para novos projetos de construção, incluindo novos edifícios e grandes reformas. O processo de certificação avalia as características de sustentabilidade do edifício desde o projeto até a construção. Inclui requisitos e oportunidades pontuais para o desenvolvimento sustentável do local, eficiência da água, energia e atmosfera, materiais e recursos e qualidade ambiental interna.

LEED ID+C é projetado para projetos de adequação de interiores, incluindo espaços comerciais e institucionais. O processo de certificação avalia as características de sustentabilidade dos espaços internos, incluindo iluminação, sistemas de aquecimento e refrigeração e materiais. Inclui requisitos e oportunidades pontuais para o desenvolvimento sustentável do local, eficiência da água, energia e atmosfera, materiais e recursos e qualidade ambiental interna.

LEED O+M é projetado para edifícios existentes e avalia a sustentabilidade das operações de construção e práticas de manutenção. O processo de certificação inclui requisitos e aponta oportunidades para práticas de limpeza sustentáveis, conservação de energia e água, redução de resíduos e qualidade ambiental interna.

Além desses três tipos principais de certificação, também existem certificações especializadas disponíveis para diferentes tipos de edifícios e projetos. Isso inclui LEED for Schools, LEED for Homes, LEED for Healthcare e outros. Cada uma dessas certificações tem seus próprios requisitos específicos e sistema de pontuação adaptado às necessidades de cada edifício ou projeto específico.

No geral, a certificação LEED está disponível para uma ampla gama de tipos e projetos de construção, cada um com seu próprio conjunto de requisitos e sistema de pontuação projetado para promover práticas de construção sustentável.

Requisitos de Certificação LEED

Os requisitos para obter a certificação LEED variam de acordo com o tipo de edifício e o nível de certificação desejado. No entanto, todos os edifícios certificados LEED devem atender a certos pré-requisitos relacionados ao desenvolvimento sustentável do local, eficiência hídrica, energia e atmosfera, materiais e recursos e qualidade ambiental interna.

Por exemplo, alguns dos pré-requisitos para obter a certificação LEED podem incluir:

  • Usando materiais de baixa emissão, como tintas e adesivos, para melhorar a qualidade do ar interior
  • Implementação de um plano de gerenciamento de resíduos de construção para desviar os resíduos dos aterros sanitários
  • Fornecer acesso ao transporte público para reduzir as emissões de gases de efeito estufa do transporte
  • Usando paisagismo eficiente e sistemas de irrigação para economizar água
  • Atendendo aos padrões de desempenho energético para reduzir o consumo de energia e as emissões de gases de efeito estufa

Além de atender a esses pré-requisitos, os edifícios também devem ganhar um determinado número de pontos por recursos sustentáveis ​​em cada categoria. Os pontos podem ser ganhos por uma ampla gama de recursos, como o uso de fontes de energia renováveis, a implementação de um programa de limpeza verde, o uso de materiais sustentáveis ​​e o fornecimento de ventilação adequada.

Os requisitos específicos e o sistema de pontos variam dependendo do tipo de edifício e do nível de certificação procurado. Para obter a certificação, um edifício deve obter um mínimo de 40 pontos em 110 possíveis. Os quatro níveis de certificação são Certified (40-49 pontos), Silver (50-59 pontos), Gold (60-79 pontos) e Platina (mais de 80 pontos).

No geral, os requisitos para a certificação LEED são projetados para promover práticas de construção sustentáveis ​​e reduzir o impacto ambiental da indústria da construção. Os pré-requisitos e o sistema de pontuação fornecem uma estrutura para proprietários de edifícios e equipes de projeto implementarem recursos sustentáveis ​​e documentarem seus esforços para obter a certificação.

Custo da Certificação LEED

O custo para obter a certificação LEED varia de acordo com vários fatores, incluindo o tamanho e a complexidade do projeto de construção, bem como o nível de certificação buscado.

O USGBC cobra uma taxa de registro e uma taxa de certificação com base no tamanho do edifício. A taxa de inscrição varia de US$ 900 a US$ 1.200, dependendo do tipo de construção e do nível de certificação desejado. A taxa de certificação varia de $ 2.700 a $ 34.000, dependendo do tamanho do edifício e do nível de certificação procurado.

Além dessas taxas, também existem custos associados à implementação de práticas de construção sustentável e à documentação delas para o processo de certificação. Esses custos podem incluir a contratação de um consultor ou engenheiro de sustentabilidade, realização de auditorias de energia e água e compra de materiais e equipamentos sustentáveis.

O custo total para obter a certificação LEED pode variar muito, dependendo do projeto de construção e dos requisitos específicos para a certificação. No entanto, muitos proprietários e gerentes de edifícios acham que os benefícios financeiros do LEED, como custos operacionais mais baixos e valores de propriedade e taxas de aluguel mais altos, superam os custos de obtenção da certificação.

No geral, o custo de obtenção da certificação LEED pode ser significativo, mas é importante considerar os benefícios financeiros e ambientais de longo prazo das práticas de construção sustentável.

Certificação LEED e Desempenho de Edifícios

A certificação LEED demonstrou ter um impacto positivo no desempenho da construção em várias áreas-chave.

Em primeiro lugar, os edifícios certificados LEED demonstraram ser mais eficientes em termos energéticos do que os edifícios não certificados. Isso se deve em parte à exigência de padrões de desempenho energético no processo de certificação. Edifícios certificados LEED usam menos energia para iluminação, aquecimento e resfriamento, resultando em custos de energia mais baixos e emissões de gases de efeito estufa reduzidas.

Em segundo lugar, os edifícios com certificação LEED também têm melhor eficiência hídrica do que edifícios não certificados. O processo de certificação inclui requisitos para paisagismo e sistemas de irrigação com eficiência hídrica, encanamentos de baixo fluxo e sistemas de reutilização de água. Isso resulta em menor consumo de água e contas de água mais baixas.

Em terceiro lugar, os edifícios com certificação LEED têm melhor qualidade do ar interior do que os edifícios não certificados. Isso se deve em parte à exigência de materiais de baixa emissão no processo de certificação. Os edifícios com certificados usam materiais e produtos com baixas emissões de compostos orgânicos voláteis (VOC), resultando em melhor qualidade do ar interno e melhores resultados de saúde para os ocupantes do edifício.

Finalmente, os edifícios com certificação LEED têm uma pegada ambiental menor e contribuem menos para a mudança climática do que os edifícios não certificados. O processo de certificação inclui requisitos para o desenvolvimento sustentável do local, materiais e recursos e outras características sustentáveis ​​que ajudam a reduzir o impacto ambiental do edifício.

No geral, a certificação LEED demonstrou ter um impacto positivo no desempenho do edifício em várias áreas-chave, incluindo eficiência energética, eficiência hídrica, qualidade do ar interno e pegada ambiental. Proprietários e gerentes de edifícios podem se beneficiar de custos operacionais reduzidos, melhor saúde e produtividade dos ocupantes e uma indústria de construção mais sustentável ao buscar a certificação LEED.

Certificação LEED e Eficiência Energética

A certificação LEED coloca uma forte ênfase na eficiência energética e exige que os edifícios atendam a certos padrões de eficiência energética. Os edifícios que buscam o LEED devem demonstrar que foram projetados e construídos para usar menos energia para iluminação, aquecimento e resfriamento em comparação com os edifícios tradicionais. Isso é alcançado por meio de uma combinação de estratégias de design, tecnologias e materiais de construção.

Os edifícios com certificação LEED usam uma variedade de recursos de eficiência energética, como iluminação LED, sistemas HVAC de alta eficiência e sistemas de automação predial que otimizam o uso de energia. Esses recursos podem ajudar a reduzir o consumo e os custos de energia, resultando em contas de serviços públicos mais baixas para proprietários e inquilinos de edifícios.

Além dos recursos de design com eficiência energética, a certificação LEED também inclui requisitos para fontes de energia renováveis, como painéis solares ou turbinas eólicas. Os edifícios podem ganhar pontos para a certificação gerando energia renovável no local ou comprando créditos de energia renovável.

No geral, os edifícios com certificação LEED usam menos energia do que os edifícios não certificados, resultando em custos de energia mais baixos e uma pegada ambiental menor. Ao priorizar a eficiência energética e as fontes de energia renováveis, a certificação LEED incentiva os proprietários e gerentes de edifícios a adotar práticas sustentáveis ​​que podem beneficiar o meio ambiente e os resultados financeiros.

Certificação LEED e Qualidade do Ar Interior

A certificação LEED coloca uma forte ênfase na qualidade do ar interno, exigindo que os edifícios atendam a certos padrões para garantir ambientes internos saudáveis ​​para os ocupantes. Os edifícios com certificação LEED devem usar materiais de baixa emissão, como tintas e adesivos, que não liberem produtos químicos nocivos no ar. O processo de certificação também inclui requisitos para ventilação e filtragem de ar adequadas para melhorar ainda mais a qualidade do ar interno.

Ao priorizar a qualidade do ar interno, a certificação LEED pode melhorar a saúde e o bem-estar dos ocupantes do edifício. A má qualidade do ar interno pode contribuir para uma variedade de problemas de saúde, como problemas respiratórios, dores de cabeça e alergias. Ao usar materiais de baixa emissão e fornecer ventilação adequada, os edifícios com certificação LEED podem ajudar a reduzir o risco desses problemas de saúde e criar um ambiente interno mais confortável para os ocupantes.

No geral, a certificação LEED demonstrou ter um impacto positivo na qualidade do ar interno dos edifícios. Ao exigir o uso de materiais de baixa emissão e ventilação adequada, os edifícios com certificação LEED podem promover ambientes internos saudáveis ​​e contribuir para o bem-estar dos ocupantes.

Certificação LEED e Eficiência Hídrica

O LEED enfatiza fortemente a eficiência da água, exigindo que os edifícios atendam a certos padrões para economizar água e reduzir o uso de água. Os edifícios com certificação LEED devem usar banheiros e torneiras de baixo fluxo e implementar sistemas de reutilização de água, como coleta de água da chuva ou reciclagem de águas residuais.

Ao priorizar a eficiência hídrica, a certificação LEED pode ajudar a reduzir a quantidade de água consumida pelos edifícios. Isso pode resultar em custos de água mais baixos para proprietários e inquilinos de edifícios, bem como uma pegada ambiental menor. Além disso, os recursos de eficiência hídrica podem ajudar a conservar um recurso natural precioso e contribuir para práticas sustentáveis ​​de gerenciamento de água.

Os edifícios com certificação LEED também podem se beneficiar do uso de fontes alternativas de água, como água da chuva ou água cinza. Ao usar essas fontes, os edifícios podem reduzir sua dependência do abastecimento de água municipal e ajudar a conservar os recursos hídricos. Isso também pode ajudar a reduzir a energia necessária para tratamento e distribuição de água, reduzindo ainda mais o impacto ambiental do edifício.

No geral, o LEED demonstrou ter um impacto positivo na eficiência hídrica em edifícios. Ao exigir o uso de recursos com eficiência de água e promover o uso de fontes alternativas de água, os edifícios com certificação LEED podem economizar água, reduzir custos com água e contribuir para práticas sustentáveis ​​de gerenciamento de água.

Certificação LEED e Materiais Sustentáveis

A certificação LEED coloca uma forte ênfase no uso de materiais sustentáveis ​​na construção e operação de edifícios. Isso inclui o uso de materiais com conteúdo reciclado, materiais de origem local e materiais cuja produção é ambientalmente responsável.

Ao priorizar o uso de materiais sustentáveis, os edifícios com certificação LEED podem reduzir seu impacto ambiental e contribuir para uma indústria de construção mais sustentável. O uso de materiais de conteúdo reciclado reduz a necessidade de materiais virgens, conserva os recursos naturais e reduz a quantidade de lixo que vai para aterros. Os materiais de origem local podem reduzir as emissões de transporte e apoiar as economias locais. O uso de materiais ambientalmente responsáveis ​​pode ajudar a reduzir o impacto ambiental do processo de fabricação.

Além de usar materiais sustentáveis, a certificação LEED também promove práticas sustentáveis, como redução de resíduos e reciclagem, para reduzir ainda mais o impacto ambiental dos edifícios. Ao incorporar materiais e práticas sustentáveis, os edifícios com certificação LEED podem contribuir para um ambiente construído mais sustentável e ajudar a enfrentar os desafios ambientais prementes que o mundo enfrenta hoje.

No geral, a certificação LEED demonstrou ter um impacto positivo no uso de materiais e práticas sustentáveis ​​na construção e operação de edifícios. Ao exigir o uso de materiais sustentáveis ​​e promover práticas sustentáveis, os edifícios com certificação LEED podem ajudar a reduzir o impacto ambiental da indústria da construção e apoiar um futuro mais sustentável.

Como se tornar um profissional LEED?

Você deve passar em um teste dado pela Green Business Certification Inc. para se tornar um LEED Green Associate (GBCI). 

O exame inclui uma variedade de matérias, tais como qualidade ambiental interna, materiais e recursos, eficiência hídrica e energética, e desenvolvimento sustentável do local.

Se estiver interessado em levar os seus conhecimentos LEED a um nível mais avançado, pode também procurar credenciais de nível superior, tais como o LEED AP, essa credencial demonstra um maior e mais profundo conhecimento sobre os princípios dos edifícios verdes e suas práticas, assim como aplicar os princípios LEED na construção e design de projetos.

Várias organizações fornecem formação profissional e programas educacionais para pessoas interessadas em trabalhar com o LEED. 

No Brasil, oferecemos muitos programas orientados para os interessados em tornar-se LEED APs. As aulas servem de guia para os seus objetivos futuros e as melhores rotas de acreditação profissional com o GBCI.

Estes cursos podem ser realizados online ou pessoalmente e muitas vezes incluem trabalhos de curso, palestras e formação prática. Além disso, numerosas universidades e faculdades também oferecem cursos individuais sobre práticas de construção sustentável e programas de graduação e certificação relacionados com o LEED.

Para se tornar um (a), também é necessário realizar uma prova administrada pela GBCI demonstrando certos requisitos de educação e experiência.

Para saber melhor como são essas provas, acesse o nosso conteúdo: https://www.ugreen.com.br/como-e-o-exame-leed-compartilhamos-nossas-experiencias/

Qual é o seu nível de conhecimento sobre Certificação LEED? Teste agora!

Quer fazer parte disso? Conheça nosso curso LEED Green Associate e passe no exame de forma prática e segura.

Quais são as principais dificuldades para se certificar LEED?

Uma vez que a certificação LEED exige que se cumpram critérios rigorosos de eficiência ambiental e sustentabilidade, obtê-la pode ser difícil. Seguem-se algumas das principais dificuldades que os projetos podem encontrar quando se esforçam por obter a certificação LEED:

  1. Cumprir os critérios LEED:  Para receber a certificação LEED, um edifício ou projeto deve cumprir um conjunto rigoroso de requisitos em categorias como eficiência energética, uso de água, qualidade ambiental interior, e materiais e recursos. Isto pode ser difícil, especialmente para iniciativas com uma linha de base baixa para a sustentabilidade ou com poucos recursos.
  2. Obtenção e apresentação de documentação: O processo de certificação LEED exige a obtenção e entrega de uma quantidade substancial de documentação e prova de cumprimento dos critérios LEED. Isto pode levar muito tempo e pode envolver a colaboração entre várias partes, incluindo construtores, arquitetos, e engenheiros.
  3. Finanças e custos: A obtenção da certificação LEED pode ser cara uma vez que pode exigir despesas adicionais em produtos ecológicos e eficientes do ponto de vista energético. Para cobrir estas despesas, os projetos podem precisar encontrar mais financiamento ou aumentar o seu orçamento.

 

Quanto tempo leva para a certificação LEED?

O tempo necessário para obter uma certificação LEED pode mudar dependendo da dimensão do projeto, complexidade, e tipo de certificação. O processo pode levar vários meses em média, ou talvez mais tempo, para ser concluído.

Aqui estão alguns critérios gerais para o calendário do procedimento de certificação LEED:

  1. Pré-certificação: Antes de iniciar o processo de certificação, é fundamental preparar e assegurar que o seu projeto cumpre os requisitos de qualificação do LEED. Isto pode incluir a obtenção de documentação e prova de cumprimento e a realização de quaisquer ajustes na concepção do projeto que sejam necessários para cumprir os requisitos do LEED.
  2. Pedido de certificação: Uma vez concluído o projeto, o passo seguinte é enviar o pedido de certificação e a documentação que o acompanha à organização de certificação LEED. Este procedimento envolve normalmente o preenchimento de uma candidatura em linha e o preenchimento da documentação necessária.
  3. Exame e verificação: Após a apresentação da aplicação, a autoridade de certificação LEED irá analisá-la e verificá-la para confirmar que todos os requisitos foram cumpridos. Dependendo da complexidade do projeto e da quantidade de trabalho do órgão certificador, este processo pode demorar várias semanas ou mais.
  4. Decisão de certificação: Após completar o processo de avaliação e verificação, a autoridade de certificação LEED decidirá se concede ou não a certificação. Se o projeto alcançar os critérios relevantes, será certificado pelo LEED. Caso contrário, o órgão de certificação poderá fornecer feedback sobre áreas que necessitam ser melhoradas antes do projeto poder ser novamente certificado.

De um modo geral, é fundamental prever tempo suficiente para o processo de certificação LEED, o que pode demorar vários meses ou mais. Recomenda-se também trabalhar com um consultor ou profissional LEED que possa ajudar a conduzir o projeto através do processo e garantir que o mesmo seja concluído de forma eficiente e eficaz.

Certificações de sucesso pelo mundo:

Aqui estão alguns edifícios certificados pelo LEED de todo o mundo:

Nova Iorque, EUA – One World Trade Center

Esta famosa construção bde Manhattan é a mais alta do Hemisfério Ocidental e foi planejada para ser um dos edifícios mais ecológicos e energeticamente eficientes do mundo. Recebeu a certificação LEED Platinum por utilizar materiais sustentáveis, conservar água, e instalar tecnologias energeticamente eficientes.

Sede da National Geographic em Washington, D.C.

O projeto recebeu a certificação LEED Platinum por utilizar materiais sustentáveis, tecnologias energeticamente eficientes, e medidas de conservação de água. A estrutura tem também um telhado verde e um sistema de recolha de águas pluviais.

O Projecto Eden na Cornualha, Inglaterra.

Com enormes cúpulas de estufas com plantas de todo o mundo, esse projeto de grande prestígio e também procurado como destino turístico, recebeu a certificação LEED Platinum por sua combinação de materiais sustentáveis, tecnologias energeticamente eficientes, e técnicas de conservação de água.

The Pearl, Qatar

The Pearl é um enorme complexo de utilização mista no Qatar que recebeu a certificação LEED Platinum pelo seu design sustentável, que inclui a utilização de sistemas e materiais energeticamente eficientes, medidas de conservação de água, e uma ênfase na qualidade do ar interior.

Cyberport, Hong Kong

Cyberport é um enorme parque comercial e tecnológico em Hong Kong que obteve a certificação LEED Platinum pelo seu design sustentável, que inclui a utilização de sistemas e materiais de eficiência energética, medidas de conservação de água, e uma ênfase na qualidade do ar interior.

Estes são apenas alguns exemplos de estruturas certificadas pelo LEED de todo o mundo. Muitos edifícios e iniciativas receberam a certificação LEED, mostrando a sua dedicação à sustentabilidade e à gestão ambiental.

Quais os maiores concorrentes da certificação LEED atualmente?

Embora o LEED seja um dos sistemas de certificação de edifícios verdes mais conhecidos e utilizados, não é o único no mercado.

Outros sistemas de certificação de edifícios verdes que competem com o LEED incluem:

  1. BREEAM (Building Research Establishment Environmental Assessment Method): é um sistema de certificação de edifícios verdes que começou no Reino Unido e já se estendeu a mais de 70 nações em todo o mundo. Utiliza um sistema de pontos para avaliar o desempenho ambiental dos edifícios, com pontos atribuídos por cumprir requisitos particulares em categorias como eficiência energética, utilização de água, e materiais.
  2. Green Star: Green Star é um sistema australiano de certificação de edifícios verdes que utiliza um sistema de pontos para avaliar o desempenho ambiental dos edifícios, com pontos atribuídos por alcançar requisitos particulares em categorias como eficiência energética, utilização de água, e qualidade ambiental interior.
  3. Passive House:  é um método de certificação de edifícios ecológicos baseado no desempenho, centrado na eficiência energética e na qualidade do ar interior. Os edifícios de casas passivas são concebidos para utilizar extremamente pouca energia para aquecimento e arrefecimento e para ter uma óptima qualidade do ar interior.
  4. Living Building Challenge: é um programa de certificação de edifícios verdes que avalia o desempenho ambiental de um edifício utilizando um conjunto rigoroso de critérios de desempenho em áreas como energia, utilização de água, utilização de materiais, e saúde e felicidade.

Estes são apenas alguns exemplos de competição por programas de certificação de edifícios verdes LEED. Outros sistemas estão prontamente disponíveis, cada um com um método especial para identificar e avaliar edifícios sustentáveis.

 

Como saber se a certificação LEED é para o meu projeto?

Aqui estão algumas questões a considerar se está a decidir se pretende obter a certificação LEED para o seu edifício:

  • A sua estrutura ou empresa cumpre os critérios para a certificação LEED? Para ser qualificado para a certificação LEED, um edifício ou projeto deve ser ou uma construção nova, uma reforma significativa, ou um edifício existente. Além disso, deve aderir a certas normas para dimensões mínimas e níveis de ocupação.
  • É dedicado à responsabilidade ambiental e à sustentabilidade? Se a responsabilidade ambiental e a sustentabilidade são essenciais para a sua organização, a obtenção da certificação LEED pode ser um ajuste adequado para sua empresa.
  • Vê alguma vantagem em obter uma certificação LEED? A melhoria do desempenho ambiental, o aumento do valor da propriedade, a melhoria da imagem de marca e o acesso a incentivos e subvenções financeiras são vantagens potenciais de obter a certificação LEED. Se alguma destas vantagens lhe interessa, ganhar essa certificação pode valer a pena.
  • Está disposto a fazer o esforço e o dinheiro necessários para obter uma certificação LEED? A obtenção da certificação LEED requer a recolha e apresentação de documentos substanciais e provas de conformidade com as normas LEED. No entanto, pode ser demorado e exigir muitos recursos. Por conseguinte, é fundamental considerar se está disposto a comprometer o esforço e o tempo necessários para concluir o trabalho.

No final, a certificação LEED para o seu edifício dependerá dos seus objetivos e ambições particulares. Se se dedica à sustentabilidade, vê possíveis benefícios da certificação, e está disposto a investir o tempo e dinheiro necessários para concluir o processo, poderá ser algo a pensar.

Quais são atualmente os países com a maioria dos edifícios certificados LEED?

A partir de 2021, as seguintes nações tinham o maior número de edifícios com certificação LEED:

Estados Unidos: Com mais de 100.000 edifícios tendo obtido a certificação, o país têm as estruturas mais certificadas pelo LEED em todo o mundo. O LEED é particularmente apreciado nos Estados Unidos por empresas, escritórios, e instituições.

China: Com mais de 30.000 edifícios certificados, a China tem o segundo maior número de estruturas certificadas pelo LEED. O governo chinês deu prioridade à sustentabilidade e pôs em prática regras para promover a adoção de técnicas de construção ecológica.

Canadá: Com mais de 10.000 edifícios certificados, o Canadá tem o terceiro maior número de estruturas certificadas pelo LEED. Os setores comercial, de escritórios e institucional são os que mais prevalecem no Canadá com LEED.

Índia: Com mais de 7.500 edifícios tendo obtido certificação, a Índia tem o quarto maior número de estruturas certificadas LEED. O governo indiano deu prioridade à sustentabilidade e pôs em prática regras para promover a adoção de técnicas de construção verdes.

Emirados Árabes Unidos: Com mais de 6.000 edifícios certificados, os Emirados Árabes Unidos têm o quinto maior número de estruturas certificadas pelo LEED. O governo dos Emirados Árabes Unidos fez da sustentabilidade uma prioridade máxima e implementou políticas para promover a adoção de técnicas de construção ecológicas.

Estes são alguns exemplos de nações com muitas estruturas certificadas pelo LEED. Além disso, muitas nações estrangeiras abraçaram o LEED e estão a utilizá-lo para avaliar e honrar estruturas sustentáveis.

 

Quantos edifícios com certificação LEED existem no Brasil?

O Brasil tem um número considerável de edifícios certificados pelo LEED até agora. Com mais de 1.500 edifícios que receberam a certificação LEED, segundo o US Green Building Council (USGBC), que supervisiona o programa.

Os setores comerciais, de escritório e institucionais são os onde o LEED é mais utilizado no Brasil. Por exemplo, a Torre Corporativa de Ita, em São Paulo, recebeu a certificação LEED Platinum, e o Banco Central do Brasil em Brasília recebeu a certificação LEED Gold. São duas edificações importantes certificadas pelo LEED no Brasil.

O Brasil tem feito enormes progressos na adoção de técnicas de construção sustentável e é o lar de um número crescente de estruturas certificadas pelo LEED. A nação está empenhada na sustentabilidade e implementou políticas para promover a adoção de técnicas de construção ecológica.

 

A certificação LEED pode aumentar os custos do meu projeto de construção? Como posso desenvolver uma certificação sem aumento de custos?

As despesas de um edifício ou projeto podem aumentar se a certificação LEED for solicitada, isto porque pode ser necessária tecnologia e materiais sustentáveis e eficientes em termos energéticos. Mas a obtenção da certificação LEED também é exequível sem aumentar muito o preço global do projeto. Pode ter em conta as seguintes tácticas para diminuir o preço da obtenção da certificação LEED:

  1. Planejar com antecedência: Em vez de tentar adaptar posteriormente técnicas de concepção e construção sustentáveis, é normalmente mais rentável incorporá-las desde o início do projeto. Pode frequentemente encontrar soluções para alcançar os requisitos do LEED sem aumentar consideravelmente o custo global do projeto, fazendo a sua pesquisa com antecedência e contemplando a certificação LEED desde o início.
  2. Escolher ações econômicas: Em termos de custos, nem todos os pontos LEED são criados de forma igual. Dar prioridade aos créditos mais eficazes em termos de custos para o seu projeto é vital, porque alguns pontos podem ser mais caros de ganhar do que outros. Por exemplo, os pontos de conservação de água e eficiência energética podem frequentemente ser mais econômicos do que os pontos de materiais e recursos.
  3. Utilizar incentivos financeiros e bolsas: Para ajudar a cobrir os custos de obtenção da certificação LEED, são oferecidos vários incentivos financeiros e bolsas. Estes podem consistir em doações, benefícios fiscais, créditos fiscais, e outros tipos de ajuda financeira. Vale a pena analisar estas possibilidades para determinar se elas se aplicam ao seu projeto.
  4. Trabalhar com um profissional LEED: Consultar ou trabalhar com um especialista LEED irá te ajudar a compreender o processo de certificação e a identificar técnicas com preços acessíveis para obter os créditos necessários. Um consultor LEED pode também ajudá-lo a localizar quaisquer incentivos financeiros ou apoios que possam ser acessíveis para ajudar a compensar os custos.

 

Como começar minha certificação LEED com a UGREEN?

Se está interessado em obter a certificação LEED para o seu edifício ou projeto e gostaria de trabalhar com o UGREEN, aqui estão alguns passos que pode seguir para começar:

  1. Descobrir se é qualificado: Um edifício ou projeto deve ser ou uma nova construção, uma renovação significativa, ou um edifício existente para ser elegível para a certificação LEED. Além disso, deve aderir a normas específicas para dimensões mínimas e níveis de ocupação. Se a sua estrutura ou projeto satisfizer estes critérios, passe à fase seguinte.
  2. Examinar o sistema de classificação LEED: Há vários sistemas de classificação LEED disponíveis, e cada um tem as suas próprias necessidades e critérios. Para compreender os requisitos precisos, será necessário atingir. É crucial avaliar o sistema de classificação que é mais adequado ao seu edifício ou projeto.
  3. Contate a UGREEN aqui: O passo seguinte é contatar ugreen.io para discutir o seu projeto e descobrir mais sobre como podemos ajudar depois de estabelecer a sua elegibilidade e avaliar o sistema de classificação LEED relevante. Pode marcar uma reunião com a nossa equipe para discutir os seus objetivos e requisitos únicos; podemos então oferecer aconselhamento sobre o procedimento de certificação LEED e os próximos passos.
  4. Uma variedade de documentação e prova de conformidade com as normas LEED deve ser reunida e preparada antes de se poder iniciar o processo de certificação LEED. Isto pode incluir projetos de concepção e construção, análises de modelagem energética, e outros documentos. Poderá obter e preparar estes documentos com a ajuda da UGREEN.

O que é a Certificação LEED: conclusão

Em conclusão, o LEED é um padrão crítico para promover práticas de construção sustentáveis ​​e reduzir o impacto ambiental da indústria da construção. Ao exigir que os edifícios atendam a certos requisitos e ganhem um determinado número de pontos com base em características de construção sustentável, o LEED incentiva a adoção de práticas ambientalmente sustentáveis.

Os edifícios com certificação LEED demonstraram ter um desempenho melhor do que os edifícios não certificados em termos de eficiência energética, eficiência hídrica e qualidade do ar interior. Eles também usam materiais sustentáveis ​​e têm uma pegada ambiental menor. Além disso, a certificação LEED oferece uma vantagem competitiva no mercado atual, pois cada vez mais empresas e organizações priorizam a sustentabilidade.

Alcançar o LEED requer dedicação e compromisso com as práticas de construção sustentável. No entanto, o LEED tem inúmeros benefícios, incluindo custos operacionais mais baixos, melhoria da saúde e produtividade dos ocupantes e uma indústria de construção mais sustentável.

No geral, a certificação LEED é uma ferramenta importante para proprietários e gerentes de edifícios para promover a sustentabilidade e contribuir para um futuro mais sustentável.

O que é a Certificação LEED? perguntas frequentes

Qual é a diferença entre a certificação LEED e a certificação de construção verde?

LEED é um tipo específico de certificação de construção verde desenvolvida pelo USGBC. Embora existam outros programas de certificação de edifícios verdes disponíveis, o LEED é um dos mais amplamente reconhecidos e respeitados.

Quanto tempo leva para obter a certificação LEED?

O tempo necessário para obter a certificação LEED varia de acordo com o tamanho e a complexidade do projeto de construção, bem como o nível de certificação buscado. Pode levar de alguns meses a alguns anos para obter a certificação.

Qualquer edifício pode obter a certificação LEED?

Sim, qualquer edifício pode obter a certificação LEED desde que cumpra os requisitos e obtenha os pontos necessários com base nas características de construção sustentável.

A certificação LEED é cara?

O custo do LEED varia de acordo com o tamanho e a complexidade do projeto de construção, bem como o nível de certificação buscado. No entanto, os benefícios de longo prazo da certificação LEED, como custos operacionais mais baixos e valores de propriedade mais altos, podem superar os custos iniciais.

A certificação LEED é apenas para edifícios novos?

A certificação LEED também pode ser obtida para edifícios existentes por meio do programa de certificação LEED for Operations and Maintenance. Este programa é projetado para edifícios já construídos e em operação, e promove práticas de construção sustentáveis ​​para operações e manutenção contínuas.

Quer Ter Uma Construção Sustentável de Verdade?

Desenvolva um projeto e consultoria UGREEN e posicione-se rumo a um futuro sustentável.

Quer Aprender Construções Sustentáveis?

Obtenha acesso a +10 Cursos sobre Green Buildings e seja um protagonista do novo futuro.

Caso necessite de nossos serviços na língua inglesa, clique aqui.