• LOGIN
  • Nenhum produto no carrinho.

ACESSO A BIBLIOTECA DE CONSTRUÇÕES SUSTENTÁVEIS

Inscreva-se e receba ebooks e conteúdos periódicos

O que é Arquitetura Bioclimática?

Todos nós queremos morar, trabalhar ou ter um momento de lazer em ambientes acolhedores.

Com esse intuito, as tecnologias foram avançando cada vez mais. No entanto, algumas dessas tecnologias agridem ao meio ambiente.

O que vemos, são pessoas buscando pelo conforto através de produtos com elevado custo energético e financeiro, que causam alto impacto ambiental e até usam técnicas insalubres.

Indo contra essa tendência, profissionais trazem conceitos da arquitetura bioclimática para buscar este conforto de forma mais natural e menos agressiva.

E você arquiteto, engenheiro ou profissional da área de construção, também pode fazer a diferença nesse cenário.

Quer saber como? Continue lendo e não se esqueça de compartilhar com seus colegas de trabalho.

A Arquitetura Bioclimática

No atual contexto em que estamos vivendo, muitos profissionais encontraram as soluções para construções mais sustentáveis, em técnicas ancestrais. Isso mesmo! Técnicas mais simples, mas que não deixam de lado a criatividade.

Um exemplo é o uso de técnicas como a Taipa. Se você ainda não viu o nosso artigo sobre o uso da Taipa, é só clicar aqui.

Como íamos dizendo, a Arquitetura Bioclimática foi uma das soluções encontradas pelos profissionais de diferentes segmentos, para a construções de ambientes confortáveis e que não agridam ao ambiente.

Arquitetura Bioclimática

Leia abaixo o que diz Adonis Arantes de Souza:

“A Arquitetura Bioclimática é o estudo que busca a harmonização das construções ao clima e características locais. Manipula o desenho e elementos arquitetônicos a fim de otimizar as relações entre homem e natureza, tanto no que diz respeito à redução de impactos ambientais quanto à melhoria das condições de vida humana, conforto e racionalização do consumo energético.”

Mas o que isso quer dizer?

Aplicação da Arquitetura Bioclimática

Para fazer a aplicação desse tipo de arquitetura, deve-se criar uma forma para que a construção seja confortável tanto no verão, quanto no inverno.

Como isso é possível?

Através de técnicas provenientes da Arquitetura Bioclimática, é possível que o profissional realize um projeto que não perca e nem ganhe calor desnecessário. Além disso, o projeto maximiza o uso da luz natural.

Outro detalhe importante é o uso da ventilação cruzada. Esse tipo de ventilação é feito de modo que os vãos (janelas ou portas) sejam colocados em paredes opostas ou adjacentes e no sentido dos ventos. Isso permite a entrada e saída do ar, além de trazer trazer uma higienização para os ambientes, pois o ar é renovado.

Dessa forma, não é necessário o uso de ar condicionado e luz artificial durante o dia para que seja possível uma iluminação necessária, além de um temperatura agradável. Assim, essa técnica também contribui para a racionalização do consumo energético, sendo uma ótima alternativa para este cenário sócio-ambiental em que estamos vivendo.

Arquitetura Bioclimática

Embora pareça nova para muitas pessoas, a Arquitetura Bioclimática possui técnicas e elementos que vêm sendo utilizados desde a antiguidade. As cidades romanas são um exemplo de desfrutamento da orientação solar. Porém, sabemos que há ainda muito a se descobrir e inovar.

Conhecendo os conceitos básicos

Para que possamos colocar essa técnica em prática, precisamos, é claro, conhecer os conceitos básicos. Então fique ligado na lista abaixo:

  • Energia Solar – deve-se ficar atento à trajetória do Sol e a duração da exposição solar;
  • Temperatura – é importante salientar que a temperatura vai depender da radiação solar, do vento, da altitude e da natureza do solo. Fique atento a isso;
  • Umidade – a umidade é a porcentagem de água contida no ar. Ela também é influenciada pela temperatura, vegetação, volume de precipitações, tipo de solo, entre outros;
  • Vento – fique muito atento a esse item. O vento é o principal responsável pela perda total ou parcial de calor;
  • Água – a água é uma influenciadora do microclima e da vaporização. Através do processo endotérmico, ela diminui a temperatura;
  • Vegetação – a vegetação é importantíssima na Arquitetura Bioclimática, pois protege o edifício. Assim, ela é capaz de refrescá-lo e filtrar o pó presente no ar.

Lembre-se que cabe a você arquiteto, engenheiro ou profissional da área de construção, a busca por um ambiente mais confortável e sustentável.

Fotos: revistahabitare

QUER SABER MAIS? ASSISTA NOSSO NOVO WEBINÁRIO

Otimizando seu Projeto: 

Novas Estratégias que geram valor para o cliente, para sua carreira e para o planeta

outubro 25, 2018

0 responses on "Quais os conceitos básicos da Arquitetura Bioclimática?"

Deixe sua mensagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

© 2018 UGREEN