fbpx

Piscina Biológica

Imagine um lugar agradável para mergulhar num dia ensolarado.

Como foi o local que você imaginou? Foi uma piscina, uma praia, um lago?

É possível ter uma piscina que se assemelha muito com um lago, e até com uma praia, dependendo do projeto de paisagismo.

Neste artigo vamos conhecer a Piscina Biológica, também chamada de piscina ecológica, uma alternativa mais sustentável.

Nele vamos ver:

  1. O que é a Piscina Biológica?
  2. Como a Piscina Biológica Funciona?
  3. Quais plantas são usadas?
  4. Vantagens e Desvantagens;
  5. Como fazer?
  6. Quanto Custa?

Ficou interessado?

Então, continue a leitura do artigo para saber mais sobre a Piscina Biológica.

1. O que é Piscina Biológica?

A piscina biológica,  não utiliza cloro, ou outros produtos químicos para tratar a água. Ela funciona como um lago e a limpeza fica por conta das plantas colocadas na piscina.

Portanto, ela se torna um ecossistema artificial com tratamento biológico. Uma ótima opção para alcançar a sustentabilidade e agregar para o paisagismo do ambiente.

Em alguns casos, a qualidade da água é tão boa que chega a ser considerada potável.

Mas… Como estas Piscinas Biológicas funcionam?

Continue a leitura para entender como estas piscinas ecológicas funcionam.

2. Como funciona a Piscina Biológica?

Inicialmente, devemos entender que a piscina biológica sempre é dividida em duas partes:

  • Área das plantas aquáticas, parte que filtra a água;
  • Área de lazer, banho.

A separação das áreas é importante para evitar o contato com possíveis insetos e girinos.

Ciclo de Purificação da Piscina Biológica

O tratamento da água é feito através de um ciclo:

  1. As plantas fazem a purificação da água através da liberação do oxigênio, resultado do processo de fotossíntese;
  2. Através da fotossíntese as plantas liberam a biomassa, consumida pelos micro-organismos;
  3. Os micro-organismos transformam a matéria orgânica em inorgânica. Processo necessário para o desenvolvimento das plantas.

Assim, a filtragem é realizada por plantas e micro-organismos.

É formado um ciclo de troca entre matéria e energia. Sem a necessidade de usar produtos químicos, e sistemas elétricos para filtragem da água.

“Já que a água passa por um processo de purificação, eu poderia reutilizar água na minha Piscina Biológica?”

Se a água for cinza, ou seja, de lava louças, lava roupas e banho, você pode sim.

A área de purificação da Piscina Ecológica pode tratar a água cinza e torná-la própria para banho.

Na sequência, falaremos quais plantas são utilizadas no processo de purificação da água.

3. Quais plantas são usadas?

Na Piscina Biológica temos plantas que ficam nas margens, na superfície, e outras que ficam submersas.

Geralmente são usadas as plantas macrófitas aquáticas e nenúfares (ou ninféias):

  • Aguapé
  • Flor de Lótus
  • Ninféias
  • Salvinia auriculata

Mas, como sabemos, devemos considerar o clima local no momento da concepção de qualquer projeto. Pois, as plantas utilizadas podem variar de acordo com a região da piscina biológica.

Portanto, as plantas higienizam a água de uma forma segura e sustentável. Sem usar os produtos químicos convencionais.

Como as plantas são duráveis, a manutenção se resume a:

  • Retirar folhas;
  • Retirar lixo ou algum componente que não faz parte da composição da piscina biológica;
  • Aspirar o fundo de 1 a 2 vezes por mês, com o objetivo de evitar a formação excessiva de calcário.

Esta vegetação é criada em viveiros. Você encontrará em locais especializados na construção de piscinas biológicas.

“Ok, mas quais as desvantagens de ter esta Piscina? Tem alguma?”

Continue lendo para descobrir.

4. Vantagens e Desvantagens das Piscinas Biológicas?

Até então, vimos os aspectos positivos das Piscinas Biológicas.

Mas será que ela tem alguma desvantagem?

Vantagens

  • Não é necessário usar cloro ou outros produtos químicos;
  • A Flora e a Fauna no local de projeto promovem a Biodiversidade;
  • Menos tempo e custo gastos com manutenção;
  • Em termos arquitetônicos, tem um alto potencial paisagístico;
  • Eficiência energética, devido à ausência da necessidade de equipamentos elétricos;
  • Mesmo após a época de hibernação da piscina (que ocorre no período de inverno), as plantas florescem na primavera. Assim, não é necessário substituí-las.

Desvantagens

  • Custo inicial elevado, 20% a mais que os modelos tradicionais de piscinas;
  • Pode acontecer a presença de anfíbios na área das plantas aquáticas (purificação da água) e que podem surgir na zona de lazer;
  • A construção da Piscina Biológica precisa ser feita por uma empresa especializada em. A desvantagem é que existem poucas e isto pode interferir no valor final do projeto;
  • Necessita de um aspirador para piscinas, que deve ser usado de uma a duas vezes por mês.

Agora vamos para uma etapa bastante importante: como fazer uma Piscina Biológica?

Continue lendo para conhecer o processo.

5. Como fazer uma Piscina Biológica?

O mais importante para fazer uma este tipo de piscina é ter profundidade, um terreno plano e uma área mínima de 10m x 15m.

Atendendo esses critérios, você pode projetá-la também em espaços pequenos e áreas urbanas.

Em termos estéticos, a piscina biológica é bastante versátil. Você pode partir de um lago, uma piscina tradicional ou trabalhar com algo exclusivo.

Etapas

A seguir veremos as etapas para a produção:

  • Escavação tradicional;
  • Impermeabilização do buraco com uma tela fixa;
  • Dividir a piscina em dois espaços diferentes: área de lazer, e área de tratamento e purificação da água (com plantas aquáticas);
  • Buraco preenchido com água (a tela de impermeabilização fica escondida).

Devido à presença das plantas aquáticas, a aparência da piscina se torna mais semelhante com lagos naturais.

Isso pode ser um ótimo partido para um projeto paisagístico.

Falando nisso, quanto custaria colocar em prática um projeto de Piscina Biológica?

Siga com a leitura e confira.

6. Quanto custa fazer uma Piscina Biológica?

O custo dependerá do tamanho e dos materiais utilizados na construção da Piscina.

Mas os custos finais de uma piscina biológica giram entorno dos R$300,00 por metro quadrado. Desconsiderando, por norma, o valor da água do primeiro preenchimento.

O custo inicial é mais elevado.

Mas, o custo de manutenção é reduzido, já que não são necessários equipamentos elétricos e produtos químicos.

Concluindo…

Como você viu no artigo, a Piscina Ecológica tem diversas vantagens no uso de métodos sustentáveis para a manutenção.

Além disso, considerando a estética, a Piscina Biológica tem o benefício de se incorporar melhor na paisagem.

Infelizmente, temos pouca mão de obra especializada para a produção das Piscinas Biológicas.

Mas cabe a nós, profissionais da construção civil, fazer com que esta demanda cresça. Divulgando e especificando alternativas sustentáveis.

Você pode conhecer materiais sustentáveis através da lista que fizemos para você.

E agora que você conhece estas informações, você projetaria uma Piscina Biológica para os dias quentes?

agosto 2, 2019
© 2018 UGREEN