A importância dos Bicicletários na Mobilidade Sustentável

ACESSO A AULAS GRATUITAS EM CONSTRUÇÕES SUSTENTÁVEIS

Inscreva-se nas melhores aulas ao vivo em construções sustentáveis da internet.

Os Desafios da Mobilidade Sustentável

O excesso de carros nas ruas e a poluição extrema vem obrigando a sociedade a encontrar alternativas para reduzir os níveis de emissão de gases e também para conciliar as tarefas diárias ao estilo de vida sustentável. Visando atender a todas essas necessidades, o uso de bicicletas voltou à rotina do brasileiro e, em diversas regiões do país a bike tem substituído o uso de carros e até mesmo aliviado o fluxo de transportes coletivos, contribuindo satisfatoriamente para a mobilidade sustentável.

No entanto, pouco adianta cada indivíduo se mobilizar em busca de um estilo de vida mais saudável e não ter em sua região a infraestrutura necessária para manter o hábito. Dessa forma, ao prezar pelo bem estar da sociedade, o arquiteto se vê na missão de oferecer o suporte necessário para incentivar cada vez mais pessoas a participarem desse movimento.

Os bicicletários são, portanto, um local no qual o indivíduo poderá armazenar sua bicicleta enquanto está no trabalho, no hotel ou até mesmo em seu condomínio. A presença de chuveiros nos bicicletários é imposta em prédios comerciais, uma vez que entre os principais motivos para o sedentarismo, a falta de um local apropriado para banho está entre os primeiros tópicos.

Um bicicletário não deve ser apenas um local de armazenamento de bikes, e sim um espaço apropriado, desenvolvido em cima de estudos e que ofereça o suporte necessário para os usuários. Cada tipo de estabelecimento possui suas necessidades e por isso é importante ficar atento aos cálculos e simulações durante o desenvolvimento do projeto.

Planejamento e Normas

Para construir um bicicletário é necessário se utilizar de cálculos que envolvam quantidade de pessoas de um prédio, função do edifício (comercial ou residencial) e diversos outros fatores pequenos. Tendo o cálculo em mãos o arquiteto poderá entender o planejamento e desenvolver de acordo com as dimensões ali presentes.

Mas não somente de estrutura interna é feito um bicicletário. Para ser considerado um bicicletário funcional é necessário que esteja à 180m de distância de uma rede de bicicletas, com no mínimo 10 usos relevantes e diversos para que qualquer pessoa consiga acessar tais pontos usando apenas uma bike.

Entre os fatores que fazem diferença no valor final, estão o tempo de permanência e o tipo de estrutura do prédio. O arquiteto deve gastar na medida exata, sem exageros ou omissão de partes do projeto, portanto, consultar os clientes sobre fluxo de pessoas é essencial.

Em suma, é válido salientar que o processo de instalação de bicicletários começou a crescer nos últimos anos e que, nos próximos anos a bicicleta será ainda mais utilizada no cotidiano. Entender a infraestrutura urbana auxilia na hora de traçar a rede de bicicleta e também de valorizar o serviço do arquiteto, tanto artística quanto financeiramente.

Vantagens em Possuir um Bicicletário no Edifício

Ao instaurar o bicicletário em um edifício haverá um incentivo inconsciente aos funcionários para que optem pela bicicleta. Logo no início haverá uma febre sobre o novo espaço, e algum tempo depois restarão apenas aqueles que estão realmente engajados na causa.

Além de garantir um ecossistema mais saudável e livre de grandes quantidades de poluição e a mobilidade sustentável, o uso de bicicletas no dia a dia incentiva o indivíduo a cuidar de si mesmo e, consequentemente, proporciona uma maior produtividade e funcionários mais felizes e saudáveis. A presença de um bicicletário pode alterar toda a dinâmica do grupo para melhor apenas por proporcionar novas experiências.

 

Inscreva-se nas Melhores Aulas ao Vivo de Construções Sustentáveis da Internet

Acesse agora e obtenha acesso gratuito.

Edifício Net Zero: O que É e Porque Contribuirá Para o Futuro da Arquitetura

ACESSO A AULAS GRATUITAS EM CONSTRUÇÕES SUSTENTÁVEIS

Inscreva-se nas melhores aulas ao vivo em construções sustentáveis da internet.

O Que São Edificações Net Zero?

Uma edificação Net Zero, ou “Zero Energy Building” é parte de uma nova proposta de arquitetura que tem ganhado cada vez mais espaço pelo mundo, tendo destaque nos Estados Unidos, Europa e Ásia, onde através da instalação de sistemas de reaproveitamento de energia e coleta de fontes naturais é possível estabelecer uma residência 100% autossustentável. Net é um conceito que busca conectar a edificação às estruturas fornecedoras de energia.

A edificação é sustentado por suas próprias fontes de energia e pelo reaproveitamento elétrico, consumo externo. Consequentemente a esse processo existe uma mobilização dos usuários, para que os mesmos saibam como utilizar e administrar o consumo energético.

A ideia em estabelecer edificações Net Zero é garantir um ambiente mais saudável e muito mais sustentável, reduzindo drasticamente o consumo de energia elétrica e diminuindo a emissão de carbono na atmosfera. Em regiões onde a energia das hidrelétricas não chega, a projeção Net Zero garante mais longevidade para os combustíveis fósseis que são utilizados como matéria prima na produção de energia.

O principal meio de obtenção de energia elétrica nessas edificações é através da rede elétrica, mas sistemas como o reaproveitamento de fontes de calor e a coleta de energia solar e eólica também são fundamentais para abastecer e suprir a demanda energética das edificações. O não desperdício de energia e de calor são algumas das principais metas de um edifícação Net Zero, pois dessa forma o reaproveitamento é maior.

Com relação às Leis, é válido salientar que cada região possui suas regras específicas, que devem ser consultadas durante a criação do projeto. A Europa e a América do Norte, por exemplo, possuem conceitos distintos sobre a consolidação do que é uma edificação Net Zero e sobre as suas possíveis consequências.

Níveis de Edificações Net Zero

Contudo, os edifícações Net Zero não são apenas uma idealização utópica, e para aqueles que acreditam que não utilizar nenhum tipo de energia elétrica externa é impossível, existem níveis de comprometimento mais tranquilos, que permitem um baixo consumo de eletricidade na edificação em questão.

Alguns edifícios de energia zero necessitam de uma baixa quantidade de energia para que todo seu sistema funcione e por isso acaba emprestando a energia faltante da rede elétrica convencional. Contudo, o contrário também acontece e muitos edificações produzem além do necessário, tendo de achar soluções inteligentes para armazenamento e manejo de tal energia.

Casas Cooperativas

Uma das formas de equilibrar o balanço entre energia recebida x energia exportada e também energia demandada x energia gerada é através da integração de duas ou mais residências, ou edifícios, de maneira que um consiga sustentar o outro e vice-versa. Diversas vezes o consumo mensal de um espaço será mais alto que a energia por ele gerada, assim como em outros espaços há uma maior produção de energia, mas não há um usuário para tamanha quantidade. Nessa situação a integração residencial garante o equilíbrio e torna ainda maior a taxa de economia de energia.

As Vantagens de um Sistema Autossustentável

O primeiro ponto a ser pensado quando ao projetar edificações Net Zero é a praticidade e a economia, pois não haverá problemas de blackout, nem com contas exorbitantes ao fim do mês. Com o passar do tempo a obra será ainda mais valorizada, principalmente devido à escassez de produtos como os combustíveis fósseis.

Um edifício Net Zero também oferecem um maior conforto térmico aos transeuntes, onde serão utilizadas tanto a iluminação artificial quanto natural, além da condição térmica natural para auxiliar na formação do ambiente ideal. Por ser um sistema amplo, pode ser aplicado em qualquer tipo de projeto, oferecendo um resultado impressionante para residências e escritórios em especial.

A integração de um projeto com as fontes renováveis de energia é um passo em direção à um futuro mais sustentável, preservando assim o ecossistema e dando maior autonomia aos moradores, que poderão compreender, analisar e julgar a quantidade de energia consumida em suas residências, por exemplo.

Levando em conta a situação atual brasileira, o investimento em edificações Net Zero pode ser um grande investimento no futuro, principalmente devido à maior frequência nas buscas por residências sustentáveis e que de alguma maneira ofereçam vantagens econômicas aos usuários e proprietários desse espaço.

edifício net zero
Características de Uma Edificação Net Zero. Fonte: Efficiency Vermont

Possíveis Desvantagens

Assim como projetos produzidos pelo regimento do Green Building, os projetos Net Zero ou similares possuem dificuldades que devem ser enfrentadas pelo proprietário. Primeiramente, são poucos os profissionais que trabalham nessa área específica, e por isso o serviço muitas vezes é mais caro que as opções menos sustentáveis. Além disso, o investimento extra só será recuperado ao longo dos anos, o que pode frustrar grande parte dos proprietários que visam lucro imediato.

Design e Construção de um Edificações Net Zero

A principal forma de tornar um edificações Net Zero é colocar a ideologia no papel, ou seja, iniciar o projeto já com a proposta de um espaço autossustentável. Dessa forma, o arquiteto, junto aos projetistas complementares, os agentes de comissionamento e o proprietário poderão encontrar maneiras alternativas e eficientes de utilizar melhor a luz solar, posicionamento e geometria de janelas, ventilação natural, entre outros detalhes para somente então orientar o projeto de acordo com a proposta Net Zero. As grandes mudanças estão nas mãos do design.

A escolha de materiais também é extremamente importante, uma vez que o uso de lâmpadas de LED, por exemplo, é mais vantajoso, financeiramente e ecologicamente, que as lâmpadas tradicionais. Todos os produtos instalados devem ser pesquisados em primeiro lugar. O consumo final dependerá diretamente dos eletrodomésticos e eletroeletrônicos utilizados naquele espaço, logo, conhecer a potência e a economia de energia de cada produto escolhido é uma atividade lenta, porém essencial.

O desafio a ser encarado com projetos de edificações Net Zero está em fornecer sempre quantidades suficientes de calor e de energia, não deixando faltar e nem desperdiçando, dessa forma, o projeto deve buscar a melhor economia de energia no dia a dia, de maneira que o valor investido possa ser recuperado de maneira mais rápida, mas sem abrir mão do conforto e do bem estar.

 

Inscreva-se nas Melhores Aulas ao Vivo de Construções Sustentáveis da Internet

Acesse agora e obtenha acesso gratuito.